5 FORMAS PRÁTICAS DE EVITAR ACIDENTES DE TRABALHO NA SUA EMPRESA

Atualizado: 9 de nov. de 2021





O risco de um acidente de trabalho é iminente e todo empresário deve ficar atento para evitar um potencial passivo trabalhista. Aqui segue uma lista com 5 formas de prevenir acidentes de trabalho para implementar a partir de hoje

Um acidente de trabalho é um grande problema para a empresa e para o empregado. Gastos médicos, desgaste na imagem da empresa e possíveis danos irreparáveis à saúde do trabalhador estão entre os principais riscos aos envolvidos. Você sabe como evitá-los?

O Dia Nacional da Prevenção ao Acidente de Trabalho é uma data a ser lembrada a fim de evitar que tais acidentes aconteçam. Seguem 5 formas de evitar e prevenir que tais acidentes aconteçam na sua empresa:

1. Sempre exija o uso dos Equipamentos de Proteção Individual

Os EPIs são essenciais para diversas atividades cotidianas e não devem ser negligenciados, nem pelo empregador, nem pelo empregado.

A Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e a Norma Regulamentadora 6 – NR6 tratam desse importante assunto, elencando responsabilidades, direitos e deveres, além do que são os Equipamentos de Proteção Individual.

É de responsabilidade exclusiva do empregador, por exemplo, o fornecimento, a fiscalização e a certificação de que seus empregados estão fazendo o uso adequado dos EPIs, sob pena de ser responsabilizado pelos direitos decorrentes de um acidente de trabalho, como tratamentos e indenizações.

Caso um funcionário se negue a utilizar o equipamento obrigatório, este fato deve ser tomado por escrito e pode ensejar demissão por justa causa do empregado, em razão da insubordinação e por colocar em risco a sua integridade física e a de outras pessoas.

Leia também: dados pessoais na LGPD: Definições que todo empresário precisa conhecer

2. Faça o planejamento estratégico da empresa

O planejamento estratégico não é apenas para fundamentar as decisões de crescimento e o futuro da empresa, mas também para que fique claro onde e como se posicionar dentro de um mercado. Já falamos do e como fazê-lo, clique aqui para saber mais.

Planejar todo o negócio também é focar esforços em construir cargos e posições que sejam ao mesmo tempo independentes, autônomas e que conversem entre si para que obtenham um resultado em comum: o crescimento e o lucro da empresa.

Cada funcionário deve ter seu lugar pré-definido na empresa, com carga horária e atribuições compatíveis com suas competências e capacidades. Ao evitar incompatibilidades, evitam-se riscos de acidentes de trabalho que possam vir a surgir.

Um vendedor, por exemplo, que não possui a capacidade ainda desenvolvida para transportar mercadorias frágeis pode quebrá-las e se ferir. É dever do empregador estabelecer e revisar estes critérios quando necessário, adequando-os aos seus funcionários.

3. Esteja em conformidade com a legislação

O compliance, ou conformidade, é o ato de estar de acordo com toda a legislação em vigor, evitando, assim, potenciais problemas como multas, passivos e até mesmo acidentes de trabalho.

Fique atento às normas de circulação e sinalização dentro da empresa e também aos protocolos sanitários, principalmente durante o período de pandemia. A disponibilização de álcool em gel, o uso de máscara e o distanciamento social devem ser observados.

Também é importante avaliar questões como a ética e a disciplina nas relações entre os empregados, desde horários de atendimento até mesmo como as relações interpessoais são estabelecidas. Controlar o ambiente de trabalho, evitando a prática de assédio ou até mesmo da violência, é papel do empregador.

Leia também: Franquia: Oportunidade para crescer ou iniciar seu novo negócio

4. Desenvolva competências e incentive talentos

Profissionais felizes fazem trabalhos com mais motivação e maior vontade. Sentir-se parte da empresa e valorizado faz com que o empregado queira permanecer no emprego e fazer seu trabalho cada vez melhor.

Para aqueles que se destacam muitas vezes pode parecer interessante ou estratégico custear parte ou a totalidade da sua formação técnica. Esse assunto pode ser encontrado no texto: “”.

Diante de um planejamento estratégico, com posições definidas para os empregados e adequações às competências individuais, os riscos de acidentes de trabalho se tornam cada vez menores, porque cada funcionário sabe a sua função e a executará com a diligência e a capacidade necessárias.

5. Evite a sobrecarga de trabalho

É claro que imprevistos acontecem e que vez ou outra é necessário trabalhar mais que o previsto, mas com planejamento e qualidade no trabalho estes imprevistos se tornam extremamente eventuais.

Evitar a sobrecarga de trabalho é muito importante não apenas para a satisfação geral dos seus empregados, mas também para evitar acidentes derivados da desatenção e do cansaço, sintomas que não devem fazer parte do cotidiano da empresa.

Com estas cinco formas de evitar os acidentes de trabalho, conclui-se que a palavra de ordem é a prevenção, de modo que há atividades diárias a serem concentradas nas atribuições do empreendedor que jamais devem ser negligenciadas.

Felizmente essa conduta, além de mitigar acidentes, também afasta outros problemas, como gastos desnecessários, litígios e possíveis multas por descumprimentos da legislação trabalhista. O Dia Nacional da Prevenção ao Acidente de Trabalho propõe esta reflexão, cabendo aos empregadores e empregados fazer sua parte em prol da segurança coletiva no ambiente laboral.

15 visualizações